Hudson fala sobre dependência química e reabilitação: "Cheguei a um estado deplorável"

Cantor, junto do irmão Edson, anunciou retorno aos palcos nesta terça-feira (4)

12_46_13_673_file.jpeg

Após ficar sete meses internado em um clínica de reabilitação, o cantor sertanejo Hudson revelou durante programa Encontro com Fátima Bernardes, nesta segunda-feira (3), que enfrentar a dependência química foi um dos momentos mais delicados de sua vida.

— Foi uma das coisas mais difíceis que eu já enfrentei até hoje.

Ele ainda contou que recebeu apoio de toda a sua família e resolveu expor seu problema para “diminuir a culpa” que sentia.

— Eu realmente precisava, cheguei a um estado deplorável.

Hudson gravou um vídeo falando sobre o abuso de drogas e álcool, e explicou que a decisão de tratar do assunto ele mesmo foi por temer a abordagem pejorativa da mídia.

— Eles não compreendem a dificuldade que é passar por isso.

Ao mesmo tempo, ele não negou que teve medo de “dar a cara a tapa” e dividir o problema com os fãs, por acreditar que as pessoas ficariam decepcionadas. Ainda assim, afirmou que foi a melhor coisa que poderia ter feito.

— Não é isso que eu quero pra minha vida, vou tentar mudar. Eu tinha medo de fazer isso, mas no final se tornou uma coisa boa. E que possa servir de exemplo para outras pessoas que estão passando pelo mesmo.

Além disso, ele afirmou que os ídolos o incentivaram assumir o problema e citou Cazuza, que na época anunciou que tinha Aids.

— Segui o exemplo dos meus ídolos. Meus heróis morreram de overdose.

Mas ele disse que o tratamento não tem fim, trata-se de uma “manutenção diária” para não ter uma recaída.

O ator Thaigo Lacerda, que também estava no palco do programa, parabenizou o cantor pelo modo como enfrentou a situação.

— É preciso muita coragem para fazer isso!

Ao final, Hudson ainda aproveitou para anunciar o retorno aos palcos na próxima terça-feira (4), no Villa Country, em São Paulo. Edson comentou, abraçando o irmão, sobre a novidade na nova fase da dupla.

— Conectados é nome do show. Conectados por nossa nova vida, por nossa nova música e por tudo isso que a gente passou.